Dia Mundial da Água 2011

Desde 1992, quando foi criado pela Organização das Nações Unidas, o Dia Mundial da Água vem sendo celebrado seguindo as recomendações do capítulo 18 da Agenda 21, definida pela Conferência Nacional das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento. De lá pra cá, muitos foram os temas abordados e, em 2011, as comemorações serão em torno do desafio da gestão da água para as cidades, chamando a atenção sobre o impacto do crescimento urbano, da industrialização e das mudanças climáticas nos recursos hídricos.

Para tratar do tema e ampliar o espaço de reflexões, a Agência Nacional de Águas desenvolve a quinta edição do hotsite Águas de Março, que abriga diversas informações relacionadas ao tema anual.

Este ano o hotsite traz informações sobre o Atlas Regiões Metropolitanas: abastecimento urbano de água, uma publicação da Agência que, a partir de um diagnóstico e um planejamento nas áreas de recursos hídricos e saneamento no Brasil, identifica os principais problemas e propõe soluções técnicas, visando à garantia da oferta de água para o abastecimento das sedes urbanas de todo o País.

Além de informações técnicas, o Águas de Março vem tradicionalmente com a agenda de eventos em comemoração ao Dia Mundial da Água no Brasil. Órgãos de governo, instituições que fazem parte do Singreh (Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos), organizações não governamentais e terceiro setor podem usar o espaço virtual para divulgar seus eventos no “mês das águas”.

Nas edições anteriores, o hotsite abrigou informações sobre os temas definidos pela ONU, como: escassez de água (2007); saneamento (2008); águas transfronteiriças (2009); e “água limpa para um mundo saudável” (2010). No entanto, muitos outros temas já haviam sido definidos pela ONU e celebrados mundialmente antes da criação do Águas de Março, tais como: água e cultura (2006); água para a vida (2005); a água e os desastres (2004); água para o futuro (2003); água para o desenvolvimento (2002); água para a saúde (2001); água para o Século XXI (2000), entre outros.